6 de jan de 2009

Viver pra aprender...

É nas surras que levamos que aprendemos quem presta e quem não presta. Se bem que, nem sempre QUEM PRESTA é reconhecido e tem seu devido valor.
É nessas mesmas surras, que aprendemos que é bem melhor fazer TODAS as merdas que temos vontade, do que nos arrependermos de não fazê-las, por receio de machucar alguém que jamais nos reconhecerá.
Pelo menos eu estou aprendendo essa lição. E como estou aprendendo.
Não escrevo para agradar ninguém, escrevo porque tenho prazer em fazê-lo, desabafo.
Não gosto de chorar, acho que o choro ficou para aqueles que são fracos, escolho sofrer pouco, apenas o necessário, nem quando o meu esposo faleceu me dei esse prazer.
Todas as vezes que sou injustiçada, eu sei que eu tenho um Deus que não deixa de cuidar de mim, que nunca fez acepção de mim.
Por mais que queiram me derrubar, Deus sempre irá me colocar em lugar de honra.
Sempre me dará Vitórias.
Mesmo que queiram me ver no fundo do poço, lá embaixo, no porão do fundo do poço, Deus colocou uma mola, para me impulsionar ao mais alto lugar.
Saudade enorme de pessoas maravilhosas, de uma FAMÍLIA que me acolheu no momento que precisei, saudade de receber carinho, saudade de ter atenção.
Se arrependimento matasse, eu não teria ficado com pena de ninguém. E teria feito as coisas exatamente da forma que eu queria.







Boa semana, mesmo assim...

2 comentários:

disse...

O que houve??? Como estás???

____________________

estou sempre aqui viu???

SEMPRE!


Te amo!

Saara Senna disse...

Eii Te indiquei pro MEME!

Vai lá no meu!

beijos :)