16 de dez de 2008

Aborto - Crime - Monstruosidade




Estava fazendo umas pesquisas aleatórias, até que por fim encontrei um site que tratava de um assunto que acho importante: ABORTO.
Fiquei horrorizada com as imagens que vi, e principalamente com o que li.
Como pode um ser humano fazer isso com um ser indefeso?! Isso é uma atitude monstruosa.
Enquanto têm milhares de casais lutando para ter um filho, em contra partida têm pessoas insanas e desprovidas de sentimento humano (porque pelo menos isso deveriam ter) que literalmente ARRANCAM a vida de seres humanos.
Eu ABOBINO o aborto - e entada-se ABORTO tanto aquele provocado depois que o feto já está em estágio de desenvolvimento avançado, como quando ainda é um embrião de horas, dias. Pra mim é ABORTO também a utilização das PÍLULAS DO DIA SEGUINTE, que além do mal que fazem ao embrião, com o uso freqüente podem prejudicar àquelas que a utilizam.
Pelo menos para mim há vida, a partir do momento em que há a fertilização do óvulo pelo espermatozóide.
Gente, a coisa mais fácil do mundo, quando não se quer ter filhos, é fazer a utilização dos metódos CONTRACEPTIVOS, e não agir levianamente tomando abortivos. Isso mostra o grau de imaturidade e insesibilidade dessas pessoas.

SER MÃE É UMA DÁDIVA.
É UMA TAREFA CHEIA DE RESPONSABILIDADES.
É UM CAMINHO CHEIO DE FLORES.
E ASSIM COMO EM TODO CAMINHO, EXISTEM OBSTÁCULOS QUE PODEM SER SUPERADOS.
SER MÃE É ALIMENTAR O FILHO COM AMOR.
DAR-LHE CARINHO, PROTEÇÃO, AFETO.


Eu fui mãe nova, aos 17 anos tive minha primeira filha, minha família nunca aceitou o relacionamento que tínhamos (eu e o Luiz), mas nem por isso eu ou ele pensamos em tirar a criança, mesmo sabendo o que poderia acontecer. Aos 20 tivemos nosso segundo filho, na época que engravidei da menina estava terminando o terceiro ano e não tinha medo, vergonha de ir a escola com a barriguinha, ou o barrigão do final da gestação. Quando engravidei do segundo, havia passado no vestibular para Jornalismo na UFMA, mas nem por isso tirei, ao contrário eles me impulsionaram a ter vontade de crescer.


É PRECISO ASSUMIR A RESPONSABILIDADE PELO ATO.
NÃO FOI TRANSAR?! USA CAMISINHA - PELO MENOS.


Filho é uma "conseqüência" até boa, se uma atitude irresponsável como ter relação sexual sem preservativo.
O que é preferível: um filho, ou uma AIDS? Sem dúvida eu prefiro o filho.
Só um MONSTRO para poder fazer isso com uma vida.
Aqui em baixo tem o texto que li.
Tchau.
Um beijo, pela VIDA.


Tipos de Aborto

O assassinato de um bebê não nascido é produzido, além de por meio de alguns métodos domésticos, através dos seguintes métodos:
Por envenenamento salino
Extrai-se o líquido amniótico dentro da bolsa que protege o bebê. Introduz-se uma longa agulha através do abdômen da mãe, até a bolsa amniótica e injeta-se em seu lugar uma solução salina concentrada. O bebê ingere esta solução que lhe causará a morte em 12 horas por envenenamento, desidratação, hemorragia do cérebro e de outros órgãos.
Esta solução salina produz queimaduras graves na pela do bebê. Algumas horas mais tarde, a mãe começa "o parto" e da a luz a um bebê morto ou moribundo, muitas vezes em movimento. Este método é utilizado depois da 16o semana de gestação.
Por Sucção
Insere-se no útero um tubo oco que tem uma ponta afiada. Uma forte sucção (28 vezes mais forte que a de um aspirador doméstico) despedaça o corpo do bebê que está se desenvolvendo, assim como a placenta e absorve "o produto da gravidez" (ou seja, o bebê), depositando-o depois em um balde. O abortista introduz logo uma pinça para extrair o crânio, que costuma não sair pelo tubo de sucção. Algumas vezes as partes mais pequenas do corpo do bebê podem ser identificadas. Quase 95% dos abortos nos países desenvolvidos são realizados desta forma.
Por Dilatação e Curetagem
Neste método é utilizado uma cureta ou faca proveniente de uma colher afiada na ponta com a qual vai-se cortando o bebê em pedaços com o fim de facilitar sua extração pelo colo da matriz. Durante o segundo e terceiro trimestre da gestação o bebê é já grande demais para ser extraído por sucção; então utiliza-se o método chamado dilatação e curetagem.
A cureta é empregada para desmembrar o bebê, tirando-se logo em pedaços com ajuda do fórceps. Este método está se tornando o mais usual.
Por "D & X" às 32o semanas
Este é o método mais espantoso de todos, também é conhecido como nascimento parcial. Costuma ser feito quando o bebê se encontra já muito próximo de seu nascimento. Depois de ter dilatado o colo uterino durante três dias e guiando-se por ecografia, o abortista introduz algumas pinças e agarra com elas uma perninha, depois a outra, seguida do corpo, até chegar aos ombros e braços do bebê. Assim extrai-se parcialmente o corpo do bebê, como se este fosse nascer, salvo que deixa-se a cabeça dentro do útero. Como a cabeça é grande demais para ser extraída intacta; o abortista, enterra algumas tesouras na base do crânio do bebê que está vivo, e as abre para ampliar o orifício. Então insere um catéter e extrai o cérebro mediante sucção.
Este procedimento faz com que o bebê morra e que sua cabeça se desabe. Em seguida extrai-se a criatura e lhe é cortada a placenta.
Por Operação Cesárea - PARTICULARMENTE EU ACHEI ESSE O MAIS DESUMANO.
Este método é exatamente igual a uma operação cesárea até que se corte o cordão umbilical, salvo que em vez de cuidar da criança extraída, deixa-se que ela morra. A cesárea não tem o objetivo de salvar o bebê mas de matá-lo.
Mediante Prostaglandinas
Esta droga provoca um parto prematuro durante qualquer etapa da gravidez. É usado para levar a cabo o aborto à metade da gravidez e nas últimas etapas deste. Sua principal "complicação" é que o bebê às vezes sai vivo. Também pode causar graves danos à mãe. Recentemente as prostaglandinas foram usadas com a RU- 486 para aumentar a "eficácia" destas.
Pílula RU-486
Trata-se de uma pílula abortiva empregada conjuntamente com uma prostaglandina, que é eficiente se for empregada entre a primeira e a terceira semana depois de faltar a primeira menstruação da mãe. Por este motivo é conhecida como a "pílula do dia seguinte". Age matando de fome o diminuto bebê, privando do de um elemento vital, o hormônio progesterona. O aborto é produzido depois de vários dias de dolorosas contrações.
Fonte: www.acidigital.com

5 comentários:

Monica Eiko disse...

Oi, estamos fazendo um trabalho sobre o aborto, e seu blog nos ajudou muito!
Ficamos chocadas e horrizadas com tanta crueldade que fazem com essas pequenas crianças que nem nasceram direito.
Muito obrigada e seu blog é curto e muito objetivo! :)
Tem orkut?

Tamires disse...

Oi, sou do grupo da monica(que deixou comentário),também axei seu blog muito bom...
Tem orkut?

Tamires disse...

Oi, sou do grupo da monica(que deixou comentário),também axei seu blog muito bom...
Tem orkut?

Anônimo disse...

ola eu sou a sofia ao ver o seu blog fiquei chocada. nao sei como ha pessoas que tem coragem de fazer isso ao um ser vivo indeveso. queria muito madar neste mundo assim acabava as maldades deste mundo.

lucilene disse...

oi, me chamo lene e gostei muito do seu blog. tbem fico chocada ao ver uma pessoa tirar a vida de um ser humano indefeso! essas pessoas realmente não tem DEUS no coração!!!!